.arquivos

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.subscrever feeds

Segunda-feira, 7 de Março de 2011

Borbulhas

 

E não é que agora me deu para as borbulhas?

Não percebo o que se passa. Primeiro foi uma pintinha na testa, à Indiana; agora é no queixo e mais duas na testa... pareço uma adolescente...

Assim parece mesmo que tenho 15 aninhos... Bonito. Será que vou ter que comprar Clearasil ou outro produto do género?

Aguardo ansiosamente por saber onde vai aparecer a próxima borbulha amanhã.

 

P.S. As compras de Londres já chegaram.

publicado por Ana Silva às 14:59
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2011

Parques de Estacionamento - parte I

Há gente que por vezes tem má pontaria e eu também.

 

Raramente consigo deixar o carro à distância ideal para tirar o ticket do parque, para introduzir cartões ou o que for. Além disso, sou pequena, pelo que os meus braços também o são (felizmente, toda eu sou proporcional).

 

Hoje ia tentar entrar no parque da faculdade de uma amiga e, por pouco, não tive que sair do carro. Já sabia que ia precisar de me esticar e, por isso, tirei o cinto de segurança. Toda orgulhosa de ter pensado nisso com antecedência, estiquei o meu bracinho. Nada. Estico-me mais um pouco... Nada. Metade de mim teve que sair pela janela para conseguir que o cartão fosse reconhecido. Finalmente aquele objecto, que nem um passinho à frente dá para ajudar as pessoas, lá fez um "pi" e consegui entrar.

 

Acho que devia ter comido mais danoninhos...

 

 

P.S. - O post chama-se parte I, porque eu acredito que um dia vou ter algo mais a acrescentar à temática "Parques de estacionamento".

publicado por Ana Silva às 15:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2011

60 coisas idiotas que todos fazemos!

Isto apareceu no facebook de um amigo.

 

Objectivo: colocar a negrito o que já fiz.

 

 

1. Fingir que os tic-tac são cápsulas de remédio.

 

2. Desenhar um relógio no braço.

 

3. Tapar o ralo do chão da banheira para fazer uma piscininha.

 

4. Fazer a proeza de enfiar o dedo no próprio olho sem querer.

 

5. Ficar a entortar daqueles lápis verdes até partir.

 

6. Apostar corrida de gotas na janela do carro quando está a chover.

 

7. Apagar tudo o que estavas a escrever quando vês que a outra pessoa está a digitar algo no msn.

 

8. Tentar equilibrar o interruptor da luz no meio, entre aceso e apagado. 

 

9. Tirar melhor nota que o nerd da turma sem ter estudado.

 

10. Morder um copo de plástico depois de beber o que tinha para depois rasgar em várias tiras e fazer um sol.

 

11. Deixar sempre o volume do rádio/tv num número redondo ou múltiplo de 5.

 

12. Ficar com preguiça de colocar um rolo novo de papel higiénico no lugar e deixar o vazio.

 

13. Ficar desconfortável quando estás a ver um filme com os pais e começa uma cena de sexo.

 

14. Falar mal de uma pessoa a alguém e descobrir que era um parente/amigo dela.

 

15. Responder algo para alguém que está à tua frente e só depois perceber que não era contigo.

 

16. Sentir a necessidade de premir uma tecla sempre que passa perto de um teclado ou piano.

 

17. Gritar quando a luz apaga.

 

18. Quando eras pequeno, fingir que estavas a dormir quando chegavas de carro a casa para te levarem ao colo.

 

19. Dizer coisas obscenas ou parvoíces quando um amigo está a falar com os pais ao telefone.

 

20. Colocar uma caixinha vazia de pastilhas no dedo indicador.

 

21. Na hora de digitar a senha errar uma letra e apagar tudo só para ter certeza.

 

22. Escrever uma risada gigante no msn mesmo sem estar a rir. 

 

23. Dar umas 5 chineladas numa aranha porque não morreu à primeira.

 

24. Estar a ver algo na televisão e mudar sem querer de canal ao tentar aumentar o volume.

 

25. Coçares-te com uma caneta e só depois reparar que a ponta estava para fora e ficaste todo riscado.

 

26. Dizer à mãe de um amigo que não tinhas fome quando estavas cheio de fome.

 

27. Tentar cortar um pedaço de carne e quando finalmente consegues, o pedaço voar do prato.

 

28. Molhares-te todo ao lavar uma colher.

 

29. Querer digitar “!!!!!!!” e aparecer um “1” no meio !!!!!1!!

 

30. Perder mais tempo a procurar o comando da televisão do que se te levantasses.

 

31. Colocar o braço perto da tv para os pelinhos do braço se levantarem.

 

32. Quando as coisas estão complicadas querer voltar ao tempo em que as únicas preocupações era o Dragon Ball e as Navegantes da Lua.

 

33. Quando eras pequeno, acordar cedo e ir para a cama dos pais ver desenhos animados.

 

34. Ficar com raiva de ti mesmo quando queimas a língua.

 

35. Dizer números aleatórios quando alguém está concentrado a contar alguma coisa.

 

36. Achar que o teste foi fácil… até receber a nota.

 

37. Meter o telemóvel no silêncio quando era suposto desligares.

 

38. Contar quantas pessoas estão à tua frente para saber qual a questão que a professora te vai fazer.

 

39. Gozar um colega à frente da turma toda.

 

40. Fazer uma lista mental de todas as asneiras que fizeste quando o pai/mãe diz: ”precisamos de ter uma conversa”. 

 

41. Ficar nervoso quando alguém te diz: “Preciso de falar contigo...”

 

42. Ficar muito feliz quando uma pergunta no teste dá a resposta a outra.

 

43. Antes de adormecer contar quantas horas vais ter de sono até teres que acordar.

 

44. Pausar a música por 1 minuto e 1 hora depois perceber que ela ainda tá pausada.

 

45. Mostrar um vídeo engraçado do Youtube para alguém e ficar a olhar para a cara da pessoa para ver se ela se está a rir.

 

46. Ficar entusiasmado na hora de comprar o material para a escola e na primeira semana já estar farto.

 

47. Entrar na banheira com a luz apagada, e quando sair, acender.

 

48. Ter sempre a última folha do caderno rabiscada.

 

49. Estar no meio de um sonho e saber que aquilo não é real, que é só um sonho.

 

50. Entrar na farmácia só para me pesar. 

 

51. Colocar de volta o bico do lápis quando ele se parte.

 

52. Salvar arquivos com um nome teclado ao calhas por preguiça. (e depois não encontrar :p)

 

53. Ficar até o final do filme no cinema para ver se tem cenas extra.

 

54. Fechar a porta do frigorífico devagar e ficar a olhar la para dentro para ver quando a luz apaga...

 

55. Estar no banho e começar a gritar mããããe porque a água está a arrefecer.

 

56. Clicar com o botão direito no emoticon do MSN só pra ver o significado que a outra pessoa colocou.

 

57. Rasbicar alguma coisa enquanto fala no telefone. 

 

58. Correr e deslizar no chão dos super mercados.

 

59. Cada vez que olho para o tecto abro a boca.

 

60. Reencaminhar uma daquelas mensagens que todos mandam a dizer que a tmn/optimos/vodafone faz anos e se reencaminhar a um certo número de pessoas ficas com o saldo a não sei quanto.

publicado por Ana Silva às 12:39
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2011

O fim da adolescência

Ok! Já não sou adolescente. Já tenho um dente do ciso. Sinceramente, não sei ao certo que etapa começa com o aparecimento dos dentes do ciso, mas acho que acaba a adolescência. Estamos oficialmente algures na casa dos vinte, custa a comer, a falar, a dormir e estamos dependentes de pastilhas para acabar com esta dor horrível. Ai, que sensação horrível. O pior é que ainda faltam 6 horas para poder tomar outro clonix...

publicado por Ana Silva às 13:40
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 16 de Janeiro de 2011

Ponto da situação

Ana Silva soma e segue.

 

P.S: Já comprei um estojo novo. Se ainda não vos tinha dito, andava à procura de um novo para substituir o antigo que já tinha desde o 9º ano e não conseguia trocar... Há que mudar de ares!

publicado por Ana Silva às 19:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2010

2010 -> 2011

Começa logo mal. Não gosto do arranjo numérico "2011". Há qualquer coisa que não me agrada. Além disso, é um número ímpar e eu não gosto de números ímpares. Mas esperemos que sejam apenas estas queixas.

A minha empregada ontem já me disse:

"Que signo és?"

"Sagitário" (não se vê logo?!) - ser Sagitário não é para quem quer, mas sim para quem pode! AHAH

"Ai! O teu ano vai ser muito bom. Vi "não sei quem" a dizer que é dos que vai ter um melhor 2011. Vai dar mais agora à tarde."

 

Não vi mais nada, porque não tive tempo! De qualquer modo, ainda bem que assim é.

 

MAS, há uma coisa que quero muito para 2011. Deixando os clichés à parte (saúde, dinheiro, felicidade...), o que quero é isto:

 

 

Quero acreditar nos meus instintos. Só por aí, já tinha evitado umas quantas chatices de 2010.

"Eu avisei-me!" é o que não quero mais "ouvir" em 2011.

Recuso-me!

 

Um Bom 2011 para todos :)

 

P.S. A foto foi "roubada" do facebook da Leonor.

publicado por Ana Silva às 11:49
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 21 de Dezembro de 2010

Baixa, Média ou Alta?!

Escolher uma almofada é uma tarefa muito mais difícil do que eu imaginava. Enquanto que para a massa de pizza podemos pedir "alta e fofa" que nunca desilude, para as almofadas a coisa complica-se muito!!

 

Já há algum tempo que acordo sempre com torcicolos ou com chatices semelhantes. Ocorreu-me que fosse da almofada e, por isso, decidi ir no outro dia ao IKEA comprar uma nova. Pensei eu que chegava lá, apalpava duas ou três, escolhia uma e vinha embora. Ai ai, a inocência dos 22 anos...

 

Assim que entro na secção das almofadas vejo milhares delas! Todas iguais, todas diferentes. Eu só queria uma! Qual escolher? Porque escolher esta e não aquela? "Ó mãe! são todas iguais, não sei escolher", disse eu em pânico... Além disso, há para vários preços! (Quem é que compra uma almofada de 50 euros?!)

 

Felizmente, a dada altura, vislumbrei um esquema igual ao da imagem acima. Ora, até parece simples: se dormir de costas - almofada média; dormir de barriga - almofada baixa; dormir de lado - almofada alta. Compreendido até aqui.

 

O problema é o seguinte: eu durmo ora de lado, ora de barriga... e quando não consigo dormir, estou de costas! Como é que faço?? Compro as três e vou mudando ao longo da noite?! Porque é que não fazem uma almofada para dormir de qualquer maneira?

 

O mal é que depois disto é preciso ver preços! Não vou dar 50 euros por uma almofada. 50 euros dou por uma peça de roupa que goste muito. A almofada ninguém a vai ver na rua, não a vou usar em nenhum jantar de Natal...

 

Que chatice!

 

E se vale a pena o investimento? Só vou saber isso depois de dormir uma noite ou duas... E depois não dá para trocar (acho! ou dá?)... Ai! O que faço? Será que me quero casar com uma almofada de 50 euros ou uma de 10 faz o mesmo brilharete? "Mãe, isto é super caro!!!", ao que a mãe responde: "Oh! Isto é para a vida!!".... Que pressão! Sou muito nova ainda...

 

Ah! Calma, ainda estamos a falar de almofadas...

 

Bem, avançando para a parte que todos querem saber...

 

Na dúvida, comprei a mais barata (à volta de 6 euros) e alta. Se não fosse confortável era preferível perder os 6 euros do que 50.

 

A verdade é que é óptima. Quando consigo dormir, durmo muito bem.

publicado por Ana Silva às 10:49
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 27 de Novembro de 2010

Príncipes Encantados não existem!

Até aqui eu já tinha chegado. Não cheguei lá sozinha, claro. Dei muitas cabeçadas, ri muito, chorei muito, tive momentos de parva, momentos de extrema inteligência, alguns de ficar de boca aberta e outros, que ainda hoje, não consigo definir o que foram. Apesar de tudo isso, cá estou, hoje, a admitir a inexistência de algo que muitos já estavam fartos de saber que não existia.

Acontece (aos melhores, espero).

No entanto, as perguntas que agora se impõem na minha cabeça são: e os cavalheiros? Onde se meteram? Também não existem? Aqueles que cedem a passagem às mulheres, que oferecem o casaco se tivermos frio, que dão a sensação que nos vão proteger independentemente da ameaça.... Que nos colocam num pedestal e nos adoram, que dizem que somos a mulher mais bonita que já alguma vez conheceram (sim, nós sabemos que não é verdade, mas gostamos de ouvir à mesma)...

Por onde andam? Estarão em vias de extinção ou já extintos?

publicado por Ana Silva às 14:47
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Outubro de 2010

Um dia com D grande...

Dia cheio. Cansativo. Muitas aulas. Alguma brincadeira à mistura. Sono. Saudades da minha cama e da minha almofada. E amanhã não posso acordar tarde.

 

E isto é só para não ficarem sem saber nada de mim hoje.

publicado por Ana Silva às 22:30
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 10 de Outubro de 2010

Domingo...

E o que se faz ao Domingo?

Acorda-se cedinho na esperança de ver o Jenson Button a acabar a corrida em primeiro lugar e alegrar o dia. Acontece que este menino volta a acabar em quarto...

 

Além disto, vai-se ao shopping. E no shopping ao Domingo circulam essencialmente carrinhos de bebé. Mas pior do que ir contra todos os carrinhos e crianças que andam a correr como se aquilo fosse um parque de diversões é ficar numa fila gigantesca para pagar uma peça de roupa e reparar que a pessoa que está à nossa frente decidiu levar a loja toda. Pior ainda é a menina da caixa a meio daquela pilha de roupa dizer "ai enganei-me" e ter que registar TUDO outra vez!!!

 

Enfim... amanhã vai ser pior: das 9h às 20h na faculdade!!

publicado por Ana Silva às 21:36
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 9 de Outubro de 2010

Ainda cá estou!

Ok, OK! Não me batam mais! Já sei que o blog anda muito desactualizado.

 

Já fui e já vim (com muita pena, snif snif) de Londres. Não queria voltar. Por mim, tinha feito birrinha, atirava-me para o chão e agarrava-me a Londres e ficava ali. Custou-me tanto entrar no avião... parecia que algo importante ficava para trás. Um dia volto, por muito mais tempo!! Aliás, vou pensar que só voltei para vir buscar mais umas coisinhas que me faziam falta... (Soa muito melhor).

Ainda ando com uma libra na carteira... vamos ver se atrai muitas mais, como diz no Segredo.

 

E, de volta ao mundo real, está tudo na mesma. Faculdade, professores (uns mais chatos que outros), trabalhos, as famosas saídas de campo...

 

Já agora, algum dos meus leitores (se é que ainda existem) estuda nas Faculdades de Ciências da Universidade do Minho, Aveiro ou Lisboa? Se sim, ou se conhecem alguém, digam-me coisas. Precisava de falar com vocês!

 

E por hoje é tudo. Vou-me dedicar à "arte" do PowerPoint.

 

 

 

publicado por Ana Silva às 10:06
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Setembro de 2010

Preconceitos

É bonito dizermos que não se devem ter preconceitos. É. Mas o que tenho vindo a verificar ao longo da minha vida é que se eles existem é porque há alguma verdade...

 

...Excepto quando dizem que as loiras são burras.

 

 

P.S: De amanhã até Domingo fui para Londres.

publicado por Ana Silva às 15:09
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 1 de Setembro de 2010

Indirecta

Hoje reparei que o Sapo pensa em tudo. Então não é que agora já não tenho a desculpa da falta de inspiração para não escrever? O sapo criou isto. Será esta uma indirecta do Sapo para aqueles que como eu abandonam o seu blog durante semanas?

Bem, com o "Inspira-me" são propostas questões para que os autores dos blogs respondam e criem automaticamente um novo post.

Confesso que acho uma boa idéia, aliás esta funcionalidade acaba de me inspirar a criar este post!

sinto-me:
publicado por Ana Silva às 11:44
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Agosto de 2010

Desarrumações

 

Será que temos o direito de entrar na vida de alguém, desarrumá-la e virar costas?

 

Não consigo impedir a minha vida de ser virada de pernas para o ar. Sou assim. Sonhadora e apaixonada. Não acredito em impossíveis. Mas, às vezes, apetecia-me "bater a porta" e não deixar ninguém mexer nas minhas coisas... Rir-me às gargalhadas quando tentassem a todo o custo abrir essa porta e ela se mantivesse fechada até eu querer o contrário...

 

Como é que há pessoas que conseguem que a vida delas não se altere um único milímetro? Confesso que as detesto e invejo ao mesmo tempo.

publicado por Ana Silva às 15:26
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

50% de Férias

Ai! Nunca mais estou mesmooo de férias! Quando penso que já está tudo prontinho para arrumar os livros na última prateleira da estante, surge qualquer coisa que me obriga a ir buscá-los novamente.

 

Vou arregaçar as mangas e voltar ao trabalho.

publicado por Ana Silva às 09:53
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 20 de Junho de 2010

Tons de azul...

 

Ah, finalmente um fim de semana com pouco para fazer...

 

Na sexta-feira fui ver com a minha mãe e irmã o filme "Plano B...ebé". Não é nada especial, mas dá para rir em alguns momentos. Enquanto fazíamos tempo para o filme a minha mãe ofereceu-me o saquinho de dinheiro para a pandora!! Mais uma conta! Que bom!! Obrigada mãe!

 

Hoje fomos passear para Moledo. Estava muitíssimo vento na praia. Pelo caminho encontramos uma senhora que fazia teréres... Quando era pequena a minha mãe fez-me um e hoje não resisti a fazer outro. É em tons de azul. Quando tiver uma foto coloco aqui.

 

Bom resto de fim de semana!!!

publicado por Ana Silva às 18:38
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Junho de 2010

Completamente na Lua...

Mais uma vez esqueci-me de pagar as propinas. Não sei o que se passa comigo!

 

Hoje tive exame: não correu bem. Espero passar, só!

 

Perdi a conta aos trabalhos que tenho para fazer. Estou cansada. Eu preciso urgentemente de férias. Até já sonho com formações geológicas e outras coisas estranhas...

 

Quem é que me vai oferecer uma ida a um SPA? Pode ser qualquer um, não sou esquisita...

publicado por Ana Silva às 23:05
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 6 de Junho de 2010

Uma questão de afinação...

Às vezes dá-mos demasiada atenção a quem não merece; outras vezes, não a damos a quem merece. Encontro-me agora a tentar afinar esta "coisa" que anda a funcionar mal... Não sei quanto tempo vai demorar, mas espero que não seja muito.

publicado por Ana Silva às 10:43
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Maio de 2010

Para os lados de Macedo de Cavaleiros

 

Neste último fim de semana fui para Macedo de Cavaleiros. Foi uma espécie de visita de estudo, mas que na faculdade se chama de saída de campo.

Fazia imenso calor, mas valeu a pena.

 

Tenho pena de não ter tirado uma foto ao meu quarto... Para terem uma ideia, para puxar o autoclismo tinha que puxar um arame!! Agora imaginem o resto.

 

No Sábado à noite fomos a um bar de Karaoke. Foi muito giro. Cheguei ao final da noite já quase sem voz.

 

Amanhã estarei em Lisboa. Ando a ficar habituadinha a passar o fim de semana fora de casa... daqui a pouco não quero outra coisa.

 

Por agora, resta-me acabar os trabalhos que me faltam... vamos a isso.

publicado por Ana Silva às 10:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Obrigada!

Hoje durante a hora de almoço a Gabi disse que adorava ler o blog e que a certa altura já teve que fazer um esforço para parar de ler;

 

A minha mãe não pára de dizer que eu nunca actualizo o blog;

 

A Teresa diz que "Oh! A Ana não escreveu nada...";

 

A Norinha diz-me "Ah... não tens escrito, pois não?"...

 

Desculpem. Eu adoro vir cá escrever, mas o trabalho é imenso e a disposição é pouca. Aliás, acaba por ser mais estupidez que outra coisa. Não venho cá porque penso "não, tenho muito trabalho", mas depois acabo por nem trabalhar nem escrever. Ou seja, não faz sentido.

 

Na semana passada tive uma conjuntivite horrível. No Domingo fiquei em casa de olhos praticamente fechados de tão inchados que estavam... Parecia um monstrinho. Já passou e estou óptima.

 

Comprei um mini-portátil. É pequeno, como o nome indica, mas tem a sua piada e graças a ele estou agora sentadinha à espera de ter aula e na net a escrever no blog! Adoro a tecnologia.

 

Por hoje é tudo e prometo que vou tentar escrever mais vezes.

 

sinto-me: feliz :D
publicado por Ana Silva às 14:32
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

Sempre a mesma...

Hoje para lavar as mãos tirei o anel que estava a usar. Pousei-o no lavatório já a pensar que me poderia esquecer. Fui para a aula que tinha e depois dei conta que me esqueci de facto de colocar o anel. Pedi a uma amiga que fosse buscá-lo assim que possível (ela não tinha aula). Mandou-me sms a dizer que tinha um papel no quarto de banho com um recado. Deixo-vos a foto que tirei ao papel colado no espelho!

 

 

 

Digam lá se a funcionária não foi uma fofa?

 

Por esta eu não esperava!

publicado por Ana Silva às 21:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 10 de Abril de 2010

No topo da montanha mais alta...

 

 

É assim que me sinto. Lá em cima!

 

Deve ser do sol, da roupa colorida, das aulas de hidroginástica... Não sei, mas aqui é bastante confortável!

música: Survivor - Destiny's Child
publicado por Ana Silva às 22:17
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Terça-feira, 23 de Março de 2010

O Inverno corria melhor...

 

O segundo dia útil de Primavera não foi bonito: greve de comboios, duas horas para chegar à faculdade, confusão em todo o lado, aula chata, almoço sem piada nenhuma, sol quase sempre desaparecido entre as nuvens e regresso a casa confuso também. Para além disto o iPod ficou sem bateria.

Pontos altos do dia: McDonald's com a Norinha e um breve aceno amarelo, tal como o sorriso.

Espero bem que amanhã corra melhor. O iPod já está a carregar...

publicado por Ana Silva às 21:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

A minha mala

 

 

Estas são as fotos (frente e trás) da mala que os meus pais me trouxeram de Paris ontem! Acho-a muito gira e original além que acho que combina muito bem com um vestido que comprei no fim-de-semana passado. Can't get any better.

 

Não sei como vocês (meninas que lêem este blog) enchem a vossa mala, mas eu ENCHO, literalmente.

Na minha mala encontra-se muita coisa, embora normalmente falte o que é necessário como os lenços de papel. Tem por lá espalhado:

  • carteira,
  • uma bolsinha para moedas,
  • maquina fotográfica,
  • telemóveis,
  • agenda (ainda ando com ela),
  • estojo,
  • batom hidratante,
  • perfume,
  • gloss,
  • guarda-chuva no Inverno e sitck anti-bolhas no Verão,
  • passe de comboio e autocarro,
  • creme para as mãos,
  • iPOD (não pode faltar!),
  • garrafa SIGG (quando ainda cabe),
  • lenços de papel, quando me lembro...

Com tanta coisa essencial (vulgo tralha), a minha mala é sempre pesada.

Há duas semanas, acho, fui almoçar fora com os meus pais. Levava um casaco que pendurei nas costas da cadeira e depois não conseguia pendurar lá a minha mala, então decidi pendurar nas costas da cadeira da minha mãe. O almoço correu bem. Quando terminámos, obviamente, levantámo-nos e... PUM: caiu a cadeira da minha mãe. Pois foi. Foi por causa do peso da minha mala que lá estava pendurada ainda. 

 

Depois disto, duvido que algum cavalheiro se venha a oferecer para carregar ou segurar na minha mala...

sinto-me:
publicado por Ana Silva às 16:41
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 7 de Fevereiro de 2010

A Internet, o Google e os Blogs

Hoje foi o verdadeiro Domingo deprimente. 

 

Se ontem tive um óptimo dia com imensa gente à minha volta, hoje estive sozinha. Os pais estão em Paris (que chatice) e eu fico em casa. Claro que à primeira vista até parece bom: tenho a casa só para mim... Mas isso passa rápido. Canta-se alto uma música ou duas, dança-se em frente ao espelho cinco minutos e depois já perdeu a piada.

Resta a Internet e quem diz Internet diz Google.

Bastou inserir as palavras mágicas e numa fracção de segundos descobri algo para me entreter: um blog. Ainda o estou a ler e cada post é mais uma descoberta. Os blogs servem para isto: para que outra pessoa qualquer venha ler o que vai na nossa cabecinha. Consome-se o pensamento dos outros e saímos daqui todos contentes porque já conhecemos alguém melhor um bocadinho...

Dito isto, vou continuar a ler.

música: Simply Red - Sunrise
publicado por Ana Silva às 18:45
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Só para dizer...

 

... que hoje parti o meu lindo guarda-chuva :(

 

Abri-o dentro do carro... como uma perfeita anormal que não atina com guarda-chuvas automáticos...

 

publicado por Ana Silva às 12:17
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Estamos sempre a aprender!

Então não é que hoje descobri que os puxadores das portas dos carros não servem apenas para abrir a porta?

 

Servem também para pendurar o guarda-chuva e fazer um xixizinho.

 

Agora imaginem que aquele senhor depois do grande feito encontrou um amigo e deu-lhe um aperto de mão...

...talvez os beijinhos sejam mais higiénicos...

música: Ego - Beyoncé
publicado por Ana Silva às 18:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009

Tinha que ser

Escaldei a língua e o céu da boca.

 

A um dia dos 21 ainda não aprendi que o chá se toma quente, mas não TÃO quente.

 

Agora vou tratar das roupas (isto é para quando a minha mãe vir que vim cá escrever tão cedo não resmungar).

sinto-me:
publicado por Ana Silva às 10:12
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 28 de Novembro de 2009

Fotogenia



Afinal não sou só eu que fico com um olho meio fechado em algumas fotografias!
publicado por Ana Silva às 19:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

Vale tudo

Gosto de ver os Recordes do Guinness.

Há de tudo. Aqueles cujos participantes têm mérito; os que são impostos pela natureza (as pernas mais longas, a língua mais comprida, etc); os que impressionam e, por fim, os idiotas que não lembram a ninguém. Aqui deixo um vídeo que cabe perfeitamente na última categoria.



Digam lá se às vezes não dá vontade de fazer o mesmo...
publicado por Ana Silva às 20:21
link do post | comentar | favorito
|

.links

.Facebook