.arquivos

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.subscrever feeds

Terça-feira, 21 de Dezembro de 2010

Baixa, Média ou Alta?!

Escolher uma almofada é uma tarefa muito mais difícil do que eu imaginava. Enquanto que para a massa de pizza podemos pedir "alta e fofa" que nunca desilude, para as almofadas a coisa complica-se muito!!

 

Já há algum tempo que acordo sempre com torcicolos ou com chatices semelhantes. Ocorreu-me que fosse da almofada e, por isso, decidi ir no outro dia ao IKEA comprar uma nova. Pensei eu que chegava lá, apalpava duas ou três, escolhia uma e vinha embora. Ai ai, a inocência dos 22 anos...

 

Assim que entro na secção das almofadas vejo milhares delas! Todas iguais, todas diferentes. Eu só queria uma! Qual escolher? Porque escolher esta e não aquela? "Ó mãe! são todas iguais, não sei escolher", disse eu em pânico... Além disso, há para vários preços! (Quem é que compra uma almofada de 50 euros?!)

 

Felizmente, a dada altura, vislumbrei um esquema igual ao da imagem acima. Ora, até parece simples: se dormir de costas - almofada média; dormir de barriga - almofada baixa; dormir de lado - almofada alta. Compreendido até aqui.

 

O problema é o seguinte: eu durmo ora de lado, ora de barriga... e quando não consigo dormir, estou de costas! Como é que faço?? Compro as três e vou mudando ao longo da noite?! Porque é que não fazem uma almofada para dormir de qualquer maneira?

 

O mal é que depois disto é preciso ver preços! Não vou dar 50 euros por uma almofada. 50 euros dou por uma peça de roupa que goste muito. A almofada ninguém a vai ver na rua, não a vou usar em nenhum jantar de Natal...

 

Que chatice!

 

E se vale a pena o investimento? Só vou saber isso depois de dormir uma noite ou duas... E depois não dá para trocar (acho! ou dá?)... Ai! O que faço? Será que me quero casar com uma almofada de 50 euros ou uma de 10 faz o mesmo brilharete? "Mãe, isto é super caro!!!", ao que a mãe responde: "Oh! Isto é para a vida!!".... Que pressão! Sou muito nova ainda...

 

Ah! Calma, ainda estamos a falar de almofadas...

 

Bem, avançando para a parte que todos querem saber...

 

Na dúvida, comprei a mais barata (à volta de 6 euros) e alta. Se não fosse confortável era preferível perder os 6 euros do que 50.

 

A verdade é que é óptima. Quando consigo dormir, durmo muito bem.

publicado por Ana Silva às 10:49
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Tiago Faria a 22 de Dezembro de 2010 às 01:45
ainda bem k optaste por uma barta e k gostas ;) apesar de so saberes isso depois de a teres usado :p
boa escolha...
beijoca fofinha
De Daniela a 27 de Dezembro de 2010 às 16:30
Bem Ana... Chorei de rir!!!!

AMEI o post!!!!

Comentar post

.links

.Facebook